Para discutir a mortalidade materna e infantil, profissionais da saúde irão se reunir durante o XXV Congresso de Ginecologia e Obstetrícia de Mato Grosso do Sul, entre os dias 04 e 07 de agosto, em Campo Grande. O encontro acontece no Centro de Convenções e Exposições Albano Franco, com abertura oficial às 8 horas. “Novos métodos e pesquisas sobre a saúde da mulher serão apresentados. Capacitar e atualizar os profissionais garantem que os avanços científicos se transformem em benefícios práticos para a sociedade”, relata a presidente da Associação de Ginecologia e Obstetrícia, Maristela Vargas Peixoto. Acima da média nacional, Mato Grosso do Sul registrou 32 casos de mortalidade materna infantil, em 2008. Segundo o Ministério da Saúde, 92% dos casos poderiam ser evitados com medidas simples, como o pré-natal e o acompanhamento pós-parto adequado. O grande vilão das gestantes é a eclampsia, síndrome que pode levar à morte por hipertensão. Causas como descolamento de placenta, aborto e hemorragia também entram na lista dos principais acontecimentos registrados. A professora universitária e mestra em Ginecologia Maria Auxiliadora Budib alerta para a dificuldade em avaliar os índices, no Brasil. Alguns profissionais preenchem incorretamente as declarações de óbito, omitindo que a morte teve causa relacionada à gestação, ao parto ou ao pós-parto. “O Atestado de Óbito é o ponto de partida para as investigações, servindo como fonte de dados para estatísticas sanitárias e aprimoramento na saúde da mulher”, explica Budib. O Ministério da Saúde alerta ainda para a existência de cemitérios clandestinos, principalmente na região Nordeste, onde são enterradas mulheres que não entram nas estatísticas oficiais. Com o objetivo de reduzir os índices, a Associação de Ginecologia e Obstetrícia de Mato Grosso do Sul está promovendo o XXV Congresso Estadual para capacitar os profissionais que atendem as mulheres e crianças nos serviços básicos, maternidades, unidades de terapia intensiva e urgência. “Melhorias nas estruturas dos hospitais e a conscientização das mães sobre a importância do acompanhamento à mulher e ao recém-nascido também irão contribuir significativamente para atingirmos a meta estabelecida pela Organização Mundial da Saúde de apenas 10 mortes para um grupo de 100 mil gestantes”, diz Maria Auxiliadora Bubid. Informações adicionais: Conceito de Mortalidade Materna Morte materna é a morte de uma mulher durante a gestação ou até 42 dias após o término da gestação, independentemente da duração ou da localização da gravidez. É causada por qualquer fator relacionado ou agravado pela gravidez ou por medidas tomadas em relação a ela. Não é considerada morte materna a que é provocada por fatores acidentais. Fonte: Ministério da Saúde Dados Oficiais A morte materna é uma das 10 principais causas de morte entre mulheres de 10 a 49 anos no Brasil, segundo Ministério da Saúde. Índice aceitável pela Organização Mundial de Saúde (OMS) é de 10 óbitos para grupo de 100 mil gestantes. O índice nacional de mortalidade materna infantil é de 72,4 por 100 mil nascidos vivos. Mato Grosso do Sul, segundo a Secretaria Estadual de Saúde, registrou em 2008 80,7 por 100 mil gestantes. Tabela de Mortalidade Materna de Mato Grosso do Sul Mato Grosso do Sul 2005 – 70,0 2006 – 83,5 2007 – 57,4 2008 – 80,7 Índice para grupo de 100 mil gestantes Fonte: SIM/SESMS/DATASUS, 2008 PROGRAMAÇÃO DO XXV CONGRESSO DE GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA DE MATO GROSSO DO SUL Quarta Feira – 4 de agosto de 2010 08h às 08h20 – ABERTURA OFICIAL 08h20 às 09h00 – O papel da “federada” na participação da redução da mortalidade materna Palestrante: Maria Auxiliadora Budib (MS) 09h00 às 09h30 – A importância do pré-natal na redução da mortalidade materna Palestrante: Hélvio Bertolozzi Soares (PR) 09h30 às 09h45 – Debate 09h45 às 10h – Intervalo 10h às 11h – Apresentação dos casos clínicos de mortalidade materna (Comitê) Palestrante: Maria Auxiliadora Budib (MS) 11h às 12h – Qual o pré-natal ideal para reduzir a mortalidade materna? Palestrante: Hélvio Bertolozzi Soares (PR) 12h às 14h – Intervalo para almoço 14h às 14h30 – Mortalidade materna por hemorragia Palestrante: Ernesto Antônio Figueiró Filho (MS) 14h30 às 15h – Mortalidade materna por infecção do trato urinário Palestrante: Hélvio Bertolozzi Soares (PR) 15h às 15h30 – Mortalidade materna por hipertensão Palestrante: Antônio Marinho Falcão Neto (MS) 15h30 às 16h – Mortalidade materna por aborto Palestrante: Maria Auxiliadora Budib (MS) 16 às 16h30 – Importância do pós-natal na redução da mortalidade materna, e cuidados que podem prevenir a mortalidade materna. Palestrante: Hélvio Bertolozzi Soares (PR) 20h – CERIMÔNIA DE ABERTURA Quinta Feira – 5 de agosto de 2010 08h às 08h30 – Conferência: A síndrome dos ovários policísticos e o risco para síndrome metabólica Palestrante: Ricardo Bruno (RJ) 08h30 às 09h40 – Mesa redonda: Obstetrícia – Gestação após cirurgia bariátrica (20 minutos) Palestrante: Roseli Nomura (SP) – H1N1 e gestação (20 minutos) Palestrante: Ernesto Antonio Figueiró Filho (MS) – Aspectos atuais da vitalidade fetal (20 minutos) Palestrante: Roseli Nomura (SP) – Debate 09h40 às 10h10 – Conferência: Depressão e sexualidade feminina Palestrante: Carmita Abdo (SP) 10h10 às 10h30 – Intervalo 10h30 às 11h – Conferência: Aspectos jurídicos na atuação gineco-obstétrica Palestrante: Roseli Nomura (SP) 11h às 12h – MÓDULO DE SEXUALIDADE Mesa redonda: Abordagem das disfunções sexuais no consultório – Andropausa – Mito ou realidade (20 minutos) Palestrante: João Afif Abdo (SP) – Classificação das disfunções sexuais e diagnósticos (20 minutos) Palestrante: Carmita Abdo (SP) – Debate (20 minutos) 12h às 14h – Almoço 14h às 15h – MÓDULO DE PATOLOGIA DO TRATO GENITAL INFERIOR – Mesa redonda: O que o ginecologista deve saber? – HPV e sexualidade (20 minutos) Palestrante: Elza Gay (SP) – Condilomatose vulvo vaginal, opções terapêuticas (20 minutos) Palestrante: Maristela Vargas Peixoto (MS) – Debate (20 minutos) 15h às 15h40 – Simpósio Patrocinado MSD Critérios de elegibilidade da OMS e os métodos hormonais sem estrogênio Palestrante: Maria Auxiliadora Budib (MS) 15h40 às 16h – Intervalo 16h às 17h – MÓDULO MEDICINA BASEADA EM EVIDÊNCIAS Mesa redonda: Ginecologia – Terapia hormonal e câncer de mama (20 minutos) Palestrante: Ricardo Bruno (RJ) – Tratamento de sangramento genital em usuárias de anticoncepcionais de progestogênios (20 minutos) Palestrante: Tatiana Serra da Cruz (MS) – Debate (20 minutos) 17h às 17h30 – Conferência: Vaginismo Palestrante: Elza Gay (SP) Sexta Feira – 6 de agosto de 2010 08h às 08h30 – Efeito perinatal do tratamento com enoxaparina e associações de gestantes com trombofilias hereditárias e SAAF Palestrante: Ernesto Antônio Figueiró Filho (MS) 08h30 às 09h30 – Mesa redonda: Uroginecologia – Urodinâmica: o que o ginecologista pode esperar deste exame? (20 minutos) Palestrante: Regis Macerou (MS) – Tratamento cirúrgico da incontinência urinária feminina – Sling é padrão ouro? (20 minutos) Palestrante: João Afif Abdo (SP) – Debate (20 minutos) 09h30 às 10h – Conferência: Quais exames pedir para investigar os sinais e sintomas mamários? Palestrante: Luiz Henrique Gebrim (SP) 10h às 10h20 – Intervalo 10h20 às 11h20 – MÓDULO DE SEXUALIDADE Mesa redonda: Abordagem das disfunções sexuais no consultório – Impacto da menopausa sobre a sexualidade (20 minutos) Palestrante: Elza Gay (SP) – Psicoterapia, quando indicar? (20 minutos) Palestrante: Danusa Guizzo (MS) – Debate (20 minutos) 11h20 às 14h – Almoço 14h às 14h30 – Conferência: Riscos e benefícios da adenomastectomia profilática Palestrante: Luiz Henrique Gebrim (SP) 14h30 às 15h30 – MÓDULO DE PATOLOGIA DO TRATO GENITAL INFERIOR Mesa redonda: Condutas a partir de diagnósticos citológicos – Células atípicas de significado indeterminado (20 minutos) Palestrante: Luiz Fernando Sommacal (SC) – Lesão intra-epitelial de baixo grau (20 minutos) Palestrante: Jupira Mesquita (SP) – Debate (20 minutos) 15h30 às 16h – Conferência: Herpes genital, diagnóstico e conduta Palestrante: Mauro Romero (RJ) 16h às 16h20 – Intervalo 16h20 às 17h – Simpósio Patrocinado BCU Célula tronco: nova era da medicina Palestrante: Lilian Piñero Eça (SP) 17h às 18h – MÓDULO MEDICINA BASEADA EM EVIDÊNCIAS Mesa redonda: Obstetrícia – Uso da progesterona na redução do parto pré termo (20 minutos) Palestrante: Marcelo Zugaib (SP) – Sífilis e gestação, conduta atual (20 minutos) Palestrante: Mauro Romero (RJ) – Debate (20 minutos) Sábado – 7 de agosto de 2010 08h às 08h30 – Conferência: A importância da cirurgia citoredutora nas pacientes com endometriose profunda Palestrante: Cláudio Crispi (RJ) 08h30 às 09h30 – MÓDULO DE PATOLOGIA DO TRATO GENITAL INFERIOR Mesa redonda: Situações comuns no trato genital inferior – Ectopia cervial, cauterizar ou acompanhar? (20 minutos) Palestrante: Jupira Mesquita (SP) – Herpes genital: diagnóstico e conduta (20 minutos) Palestrante: Luiz Fernando Sommacal (SC) – Debate (20 minutos) 09h30 às 10h – Conferência: Endometriose intestinal, diagnóstico e opções de tratamento Palestrante: Albino Sorbello (SP) 10h às 10h20 – Intervalo 10h20 às 11h20 – Mesa redonda: Abdômen agudo em obstetrícia – Gravidez tubária (20 minutos) Palestrante: Cláudio Crispi (RJ) – Apendicite aguda (20 minutos) Palestrante: Albino Sorbello (SP) – Debate (20 minutos) 11h20 às 12h – Conferência: Pré-eclampsia e eclampsia – conduta assistencial Palestrante: Marcelo Zugaib (SP) Taxa de Inscrição: Até 31/07 No Local Sócio SOGOMAT/ FEBRASGO R$ 150,00 R$ 220,00 Ñ Sócio SOGOMAT/ FEBRASGO R$ 450,00 R$ 470,00 Acadêmico R$ 80,00 R$ 100,00 Outros Profissionais R$ 300,00 R$ 320,00

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.