A saúde foi o principal tema abordado pelos dois principais presidenciáveis no programa eleitoral de rádio e de televisão ontem. A candidata do PT, Dilma Rousseff, falou sobre os projetos desenvolvidos pelo governo e prometeu aumentar as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), uma bandeira de seu adversário, José Serra (PSDB). O tucano, por sua vez, mostrou diversos hospitais públicos federais e de administrações petistas em péssimas condições de funcionamento para contradizer o programa de Dilma. Já a candidata do PV, Marina Silva, subiu o tom das críticas a seus principais adversários, afirmando que ambos fazem chantagem emocional com os eleitores. Dilma Rousseff tomou para si projetos cuja autoria também é pelo tucano, como os medicamentos genéricos e os programas do tratamento para a Aids. A propaganda (1)da petista diz que o governo Lula triplicou a oferta de genéricos e quebrou pela primeira vez a patente de um remédio usado no tratamento da Aids. Dilma citou ainda o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), a Farmácia Popular e o Brasil Sorridente, além das UPAs, como iniciativas do governo federal. José Serra usou o tema da saúde para atacar a adversária e exibiu cenas de hospitais federais sucateados. Entre eles, o Hospital Universitário do Fundão, no Rio de Janeiro, uma instituição do Recife (PE) e outra de Imperatriz (MA). À noite, o tucano empreendeu novos ataques à saúde. Depois, Serra mudou o tema e falou sobre habitação. Ele fez um balanço das suas ações como prefeito e governador de São Paulo, destacando os projetos voltados para áreas carentes. Algumas das iniciativas positivas mencionadas por Serra foram as ações voltadas para a melhoria da favela de Heliópolis a maior de São Paulo , onde Dilma gravou um de seus programas eleitorais recentemente. Ao contrário de outros programas de Dilma, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva quase não apareceu nas propagandas de ontem. Sua imagem, em um comício, só foi mostrada em uma inserção no fim dos vídeos da tarde e da noite. 1 – Mulheres Pela manhã e à noite, a questão feminina foi um dos principais temas dos programas eleitorais de José Serra e de Dilma Rousseff. O tucano falou de programas desenvolvidos em São Paulo voltados para as mulheres, como a geração de empregos e a criação de cursos específicos para esse público. Já a petista explorou o assunto dedicando grande parte da propaganda na televisão exibida à noite às mulheres, principalmente no tocante à geração de empregos. Fonte: Correio Braziliense – 01.09.2010

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.