Jorge Franco com informações da assessoria A Secretaria de Saúde de Três Lagoas recebeu, nesta quarta-feira (dia 16), dois oxímetros (aparelho usado para medir o índice de saturação de oxigênio no sangue) através de uma doação das empresas IP (International Paper) e VCP-MS (Votorantim Celulose e Papel). A doação foi realizada no saguão do Paço Municipal Prefeito Rosário Congro (antiga Prefeitura), onde estiveram presentes o gerente de Higiene, Segurança e Medicina do Trabalho da VCP, Gerson Nogueira; o gerente da fábrica da IP de Três Lagoas, Luis Cláudio Pereira; o gerente de Relações com a Comunidade da VCP, Washington Westman; a secretária de Saúde, Elenir Neves de Carvalho, além de outros secretários e diretores da Administração Municipal. Durante a entrega, os representantes das empresas e da Secretaria de Saúde assinaram o Termo de Doação, documento que oficializa a entrega dos equipamentos. Os oxímetros serão utilizados no PAB (Pronto Atendimento Básico) e na ambulância de Suporte Avançado do Samu. Segundo Gerson Nogueira, o oxímetro é usado para medir o índice de saturação de oxigênio no sangue. “Esses equipamentos serão de grande importância visto que a cidade carece desse tipo de atendimento na saúde pública”, destacou. Luis Cláudio, por sua vez, lembrou da parceria entre as empresas e a Administração Municipal em projetos para o bem da comunidade de Três Lagoas. Como exemplo, citou o Plano Básico Ambiental da IP e VCP. “O PBA pode ser considerado modelo. Há cerca de um ano, por exemplo, Três Lagoas era má referência em relação à dengue. Num esforço dos representantes da Saúde e das ações do PBA, hoje a cidade é referência nacional no combate a doença”, argumentou. Ele ainda complementou dizendo que “essa relação de confiança e comprometimento (entre as empresas e Administração Pública) será bastante promissora”. Para a secretária de Saúde, Elenir Neves de Carvalho, os equipamentos doados serão muito úteis nas ações de urgência e emergência. “Essa doação é de extrema importância para a Saúde do município. Nós solicitamos porque não tínhamos este equipamento. Foi muito bom termos sido atendidos nesta carência, pois o mesmo irá verificar os sinais vitais da pessoa antes mesmo de chegar ao hospital, em uma situação de emergência”, finalizou Elenir. (fonte: jornal Midiamax News – 16.07.2008)

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.