Em relação ao protocolo adotado pela prefeitura de Campo Grande em conjunto com a secretaria Municipal de Saúde, para o combate à Covid-19, o presidente do Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso do Sul (CRM/MS), Maurício Jafar, reafirma que o médico deve ter autonomia pelo que avaliar ser mais apropriado.

“Tanto o CRM/MS quanto o CFM (Conselho Federal de Medicina), entendem que o profissional médico tem conhecimento para decidir qual a melhor opção a ser tomada, averiguando cada caso e decidindo junto com o paciente a utilização ou não do medicamento.

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.